fbpx

Faça do marketing digital uma ferramenta eficiente

O digital está ganhando cada vez mais espaço no mundo corporativo. Com a pandemia do coronavírus, ele se tornou imprescindível para as empresas sobreviverem no mercado. Por isso, a procura por empresas especializadas nessa área cresceu mesmo durante a crise, diferente da maioria dos setores.

Marketing digital! O que é?

Antes de responder essa pergunta, é necessário que façamos outra. O que é produto?

person writing on white paper
Foto William Iven

O que vemos hoje, já sem fronteiras, limite ao desejo do consumidor, contrário ao que o faziam anteriormente, criar o marketing do produto depois, temos que antes mesmo de criar o produto encaixar ele no desejo do consumidor. Sendo assim, a resposta do questionamento do que é produto, fica claro. O desejo do consumidor é o produto! Traduzindo e simplificando, o consumidor é o produto. Hoje, qualquer pessoa pode comprar um chocolate suíço com recheio de Gojiberry, ou uma tortilha recheada com trufas negras. Se você tem dúvida disso é porque você quer criar o marketing depois do produto.

No mundo, quem já entendeu que o produto é o consumidor, contrário ao que você possa pensar não existir, já está sendo produzido, por que o “produto” (consumidor) assim o quer. Essa breve introdução tem por objetivo elucidar o que realmente é o marketing digital. Diante disso, nada pode ser entendido como marketing digital se não for, na rede de computador/internet, encontrar os desejos de pessoas, que daqui por diante teremos que chamá-los de “produto”. No antigo marketing pensavam ser o objeto/material/serviço a ser fornecido o produto, e o marketing servia para construí uma condição favorável de venda. O que teremos que fazer é imprimir velocidade de resposta.

Não basta ter um perfil no Facebook, ou postar no Instagram ou no status do Whatsapp. É preciso ter estratégia, saber o que dizer para encantar e conquistar os consumidores. Eles precisam se sentir seduzido a conhecer mais do seu produto, ver onde se encaixa na sua vida e que seu negócio agrega. Só postar fotos e preço é lugar comum, todo mundo faz. Sem um profissional que compreenda como funciona essa ferramente, você estará dando um tiro n’água.

Os produtos massificados já estão perdendo mercado para os personalizados. Um pequeno restaurante numa rua onde está uma filial do McDonalds, tem um bom faturamento vendendo “hambúrgueres gourmet”. Hoje, se seu produto não tiver “a cara” do consumidor, está fadado ao insucesso.

Vender para quem quer e tem a necessidade é muito mais fácil do que criar ponto de venda para quem nem pensa no seu “produto”.

turned on black and grey laptop computer
Foto Lukas Blazek

Portanto, utilizar ferramentas de marketing digital de forma eficiente é ter capacidade de criar desejos dentro da sociedade. Se você vende “hambúrgueres gourmet”, o marketing digital colocará seu “ícone” com o link de pedido na frente do cursor do computador do consumidor, ou na ponta do dedo dele, num aparelho celular. Se seu produto é “ideal”, imaterial, aí então! Sem o marketing digital, ficará fadado ao esquecimento.

O marketing digital, longe das regras impostas pelo mercado do marketing tradicional e suas “máximas”, distantes do consumidor, é o verdadeiro marketing, aquele que fornece o desejo correspondente ao consumidor ávido!

Como em todo negócio, para entrar no mundo do marketing digital, além de interesse pelo assunto, outro ponto essencial é ter espírito empreendedor. É preciso aquela vontade de desenvolver seu próprio negócio, o brilho no olhos e a determinação para crescer.

%d blogueiros gostam disto: