fbpx

Brise vegetal: mais conforto e economia na sua casa

Foto Divulgação Casa.com.br

Conheça todas as vantagens de ter um brise vegetal no seu imóvel

O design biofílico é uma tendência que vem crescendo nos últimos anos. Por definição, biofilia significa amor pela vida e atrelada ao universo da arquitetura, pode-se considerar como sendo a inclusão da natureza nos espaços construídos, o que melhora a saúde e bem-estar dos habitantes. Entre as diversas soluções possíveis para o uso do design biofílico, a brise vegetal é um exemplo e ela pode ser aplicada em edifícios, sem limite de altura, e casas.

A fachada pode contribuir de forma significativa para o aquecimento ou resfriamento passivo do ambiente. Assim, o sombreamento por vegetação vai refrescar no verão e aquecer no inverno. Em clima tropical, realidade na maior parte do nosso país, o benefício é ainda maior por proteger contra o acúmulo de calor.

Foto Divulgação Casa.com.br

A Brise Vegetal Floreira, da Ecotelhado — empresa especializada em design biofílico —, é um exemplo de como esse elemento pode ser usado. Trata-se de um sistema modular composto por contêineres dispostos na parte externa, no qual as plantas trepadeiras, como falsa vinha, unha de gato e jasmim dos poetas, são conduzidas por cabos de aço inoxidáveis presos por fixadores do mesmo material.

Para quem tem interesse em outros tipos de plantas, a Brise Vegetal Pendente traz uma sucessão de vasos feitos com material reciclado. Segundo o engenheiro agrônomo João Manuel Feijó, ela permite, ainda, o cultivo de espécies de forração em efeito cascata. Entre as opções mais rústicas e que não exigem tanto cuidado, estão a hera sueca, asparguinho, piléia e singônio. A solução contempla a irrigação automatizada, o que garante pouca manutenção.

“As superfícies vegetadas consomem até 80% da irradiação solar para evaporar água. As brises convertem calor acumulado nas paredes, que seria bloqueado com o uso de ar-condicionado, principalmente em prédios. Algo que confere gastos excessivos com energia”, explica Feijó.

Foto Divulgação Casa.com.br

Veja abaixo os oito benefícios da brise vegetal:

1. Conforto térmico

O desconforto térmico eleva a irritabilidade e cansaço, por exemplo. Por isso, o conforto térmico é importante tanto para o bem-estar quanto para favorecer a produtividade.

2. Bem-estar

Diminui a poluição, melhora a qualidade do ar e atrai a biodiversidade para a cidade.

3. Contato com a natureza

Com a vida cada vez mais urbana, interna e tecnológica, a natureza é incorporada cada vez mais na arquitetura para criar ambientes mais saudáveis para viver, trabalhar e estudar.

Foto Divulgação Casa.com.br

4. Certificações

Para as empresas, pode ser uma boa ideia, pois favorece a obtenção de certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), que reconhece práticas sustentáveis.

5. Reduz gastos com ar-condicionado

Com a queda da temperatura interna, o consumo de ar-condicionado e o gasto em contas de energia caem.

6. Conforto acústico

Funciona também como filtro de ruídos externos.

7. Pouca manutenção

Outro ponto positivo da brise vegetal é sua manutenção simples, que necessita de aplicação anual de fertilizantes e irrigação automatizada.

8. Valorização do imóvel

As pinturas deixam de ser frequentes e o imóvel é valorizado.

Por Kym Souza – Casa.com.br

%d blogueiros gostam disto: