fbpx

11% DOS BRASILEIROS PERDEM DINHEIRO EM INVESTIMENTOS FRAUDULENTOS, DIZ PESQUISA

Na hora de fazer seus investimentos procure sempre uma opinião profissional

Uma pesquisa divulgada recentemente aponta que 11% dos brasileiros já perderam dinheiro com algum esquema de investimentos fraudulentos. Entre eles, mais da metade (62%) contam que não conseguiram recuperar o valor perdido.

Entre os golpes, o mais comum é o esquema de pirâmide, citado por 55% dos consumidores que dizem já ter sido vítimas de algum tipo de fraude em investimentos.

O levantamento foi feito com mais de 900 pessoas pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Outra fraude que os consumidores também relataram à pesquisa foi golpe de seguradora, em que supostamente o investidor receberia uma determinada quantia mediante pagamento de taxas e/ou despesas. Esse problema atingiu 19% dos entrevistados.

Além disso, 16% contam que foram vítimas de golpe das ações ou fundos antigos de aposentadoria esquecidos, com exigência de pagamento antecipado de supostas taxas e/ou despesas.

“Pirâmide financeira, falsos fundos e fraudes envolvendo investimentos sempre começam com a promessa de altos ganhos de dinheiro rápido e fácil. E esses ganhos costumam ser bem acima da média das aplicações e investimentos tradicionais”, disse em nota o presidente da CNDL, José Cesar da Costa.

Por que as pessoas caem em golpes?

Costa aponta alguns fatores que podem levar o investidor a cair em esquemas de fraudes:

  • excesso de confiança
  • ganância
  • ingenuidade
  • negligência para checar a veracidade das informações

Fonte: G1

Seja o primeiro a comentar em "11% DOS BRASILEIROS PERDEM DINHEIRO EM INVESTIMENTOS FRAUDULENTOS, DIZ PESQUISA"

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: