fbpx

Beleza preservada

Foto Pixabay

Dia do Pantanal marca luta pela preservação do bioma

O dia 12 de novembro é considerado o Dia do Pantanal. A data foi instituída pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e também por uma lei estadual do Mato Grosso do Sul, em homenagem ao ambientalista Francisco Anselmo de Barros, que morreu em 2005 durante um protesto em defesa do bioma.

Com o título de maior planície alagada do mundo e Reserva da Biosfera ratificada pela Unesco, o Pantanal é rico em biodiversidade e se estende por Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bolívia e Paraguai. Ao todo são quase 624.320 km² de área distribuídos entre três países, mas aproximadamente 62% está localizada em território brasileiro.

A fauna e a flora do Pantanal atraem milhares de turistas todos os anos.

Apesar de toda riqueza e importância que o Pantanal representa para o equilíbrio ecológico do meio ambiente. Neste ano, uma série de queimadas devastaram 29% de sua área, segundo o Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (LASA) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Dados do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), também afirmam que houve um aumento de 200% nos focos de incêndio entre 2019 e 2020.

Estudos indicam que o bioma abriga 263 espécies de peixes, 41 espécies de anfíbios, 113 espécies de répteis, 463 espécies de aves e 132 espécies de mamíferos sendo 2 endêmicas.

Por Wender Starlles – Guia do Estudante

%d blogueiros gostam disto: