fbpx

4 mil árvores plantadas por hora

Máquina desenvolvida por brasileiro promete mais agilidade no plantio

Depois de 5 anos de pesquisa e desenvolvimento, uma empresa brasileira criou uma “máquina de plantar florestas“. O projeto promete que a máquina consegue plantar 4.571 árvores por hora, com apenas três operadores.

A ideia da empresa brasileira Mahogany Roraima, quarta maior produtora de mogno africano do mundo, é acelerar o reflorestamento das áreas devastadas.

“Com dez máquinas poderíamos plantar 200 hectares de floresta a cada 3 horas e meia. Em um ciclo de 24 horas, poderíamos plantar 1.200 hectares por dia ou 438.000 hectares por ano usando apenas dez máquinas “, afirma Marcello Guimarães, presidente do Conselho Administrativo da empresa.

“Atualmente, as maiores plantações de floresta do mundo somam uma média de plantio de 42 milhões de arvores por ano. Neste ritmo, demoraria 23 mil anos para atingir o número de plantios necessários”, exemplifica o empresário.

Chamada de “Forest Bot”, a máquina planta, rega e fertiliza as mudas de árvores de forma automatizada além de levantar dados de localização do plantio, tudo de forma rápida e barata. “Em uma floresta, cada árvore deve ocupar um lugar específico para que ela cresça e se desenvolva e, plantando manualmente, é muito mais difícil colocar cada árvore em seu lugar”, diz Guimarães.

Muito bacana, mas vamos mal quando o assunto é desmatamento.

Um estudo do MapBiomas mostrou que o Brasil foi o país que mais desmatou florestas no mundo em 2019. E ainda que as intenções da máquina de plantar floresta sejam boas, seria insuficiente, já que 99% deste desmatamento é ilegal.

Além disso, desmatamento ilegal e a ação de grileiros no Norte do país vem sendo estimulados de maneira veemente pelo atual governo. As ações do ministério do Meio Ambiente, sob o comando do tenebroso Salles, serviram apenas para afrouxar a fiscalização e maximizar o problema.

Precisaremos de muitas máquinas, mas certamente de votos mais conscientes para reverter esse quadro que não está nem favorável e nem barato.

Por Hypeness

%d blogueiros gostam disto: